Rechercher
  • Medical Xpress

Como Mindfulness pode ajudar você a fazer melhores escolhas de vida


A filósofa Ruth Chang – que estudou direito, mas depois mudou para filosofia – tem dedicado sua vida ao estudo da tomada de decisões difíceis. Ela explica que quando chega a hora de tomar essas decisões, frequentemente a questão não é sobre qual é a melhor alternativa, por que essa alternativa não existe.

Você pode estar coçando sua cabeça nesse momento, mas fique comigo, porque a filosofia de Chang é das boas. A ideia é que se você está livre da ilusão de uma resposta "correta" ou "incorreta", você pode mais facilmente tomar decisões que levem a um resultado alinhado àquilo que é mais importante para você – possibilitando que você venha a se tornar o tipo de pessoa que você deseja ser. E é nesse espaço nebuloso de decisões difíceis em que nós podemos ser autores de nossas próprias vidas.

Isso não nos faz, de fato, tomar a decisão mais fácil, mas ao menos deixa as coisas muito mais interessantes. Porque, não importa realmente o que você escolhe, mas sim como você escolhe. E isso deve ser feito reflexivamente, lentamente e de todo o coração. Definitivamente não como reação condicionada – ou em negação, e eu espero que não por pânico.

Quem você deseja ser?

Para que sua decisão seja a coisa certa para você, primeiro se deve decidir quem você quer ser, e para fazer isso, você precisa saber quem você é – o que requer uma auto-observação cuidadosa. Se você já tentou praticar meditação ou Mindfulness você deve ter notado como é difícil perceber sua própria respiração sem tentar mudá-la. Mas por mais difícil que isso possa vir a ser, esses tipos de exercícios – que envolvem prestar atenção ao momento presente tendo isso como objetivo e em não-julgamento – podem ajudar na (auto) observação.

Estudos recentes mostram que a meditação Mindfulness pode ser efetiva reduzindo a ansiedade e a depressão, por que reduz sua tendência a reagir a situações sem pensar, e aumenta sua capacidade de auto-compaixão. Exercícios de Mindfulness facilitam sua percepção consciente do espaço entre um "gatilho" e nossa resposta a ele. Eles também nos treinam a trazer nossa atenção de volta para o momento presente depois que nossa mente vagou, sem nos culpabilizarmos por isso.

Com a reatividade mais baixa e maior auto-compaixão é mais fácil explorar as cadeias de pensamento, emoções e sensações sem imediatamente tentar condenar, suprimir ou modificár qualquer um destes. E essa exploração despreocupada pode até mesmo ajudar novos insights a se desenvolverem e modificar sua perspectiva da situação.

Se você conseguir se conhecer melhor, você vai achar mais fácil perceber as coisas que você valoriza e aproveita mais – e as quais são mais importantes para você. Sendo capaz de elaborar novos planos que estarão alinhados com essas coisas, integrando seu passado, seu presente e seu futuro – para criar sua própria história significativa.

Então, mesmo se a carreira que você quer tão apaixonadamente leve a um emprego instável, o qual seus pais já te desencorajaram, mas você sabe que você valoriza paixão acima de estabilidade financeira e se sente capaz de administrar incertezas, então aquela carreira pode ser sua melhor opção. Você pode ao invés disso preferir uma vida profissional fácil e previsível. Ou pode se dar conta, por ser um pouco mais auto-consciente, que o que realmente te interessa está fora da sua carreira – está tudo ai para ser descoberto.

Vida em atenção plena

Quando eu aprendi meditação, embarquei numa exploração interna que me ajudou a perceber o que era importante para mim, e me deu coragem de ir atrás dos meus sonhos. Entretanto, Mindfulness não deveria ser visto como uma resposta para todos os problemas. Não é fácil, requer práticas regulares, e nem todo mundo gosta ou se beneficia. Em verdade, existem outros meios de efetivamente explorar seu eu interior, administrando emoções e mantendo uma atitude de vida Mindful. Mas, ao menos para algumas pessoas, a meditação Mindfulness pode ser uma grande aliada quando é a hora de tomar decisões importantes.

Desenvolver sua carreira pode ser uma experiência fantástica se você escolheu de todo coração, mesmo com todos os desafios que virão. É essencial para isso viver de forma menos automática, lembrando a você mesmo do motivo de ter escolhido esse caminho, e assumindo os desafios com um certo espírito esportivo, mesmo se levarem a uma mudança de carreira.

O próprio fato de que alguns de nós têm a possibilidade de escolher o que fazer na vida, tentar um caminho, e ter algum grau de apoio se nós falharmos ainda é, infelizmente, um privilégio raro. Então, se nós não corrermos o risco e formos atrás de nossos sonhos, quem irá? Afinal, como um amigo meu disse uma vez: "A vida é a arte de fazer coisas as quais você nunca está preparado o suficiente."


Acesse o nosso site

www.claramente.net

Site original do texto: http://medicalxpress.com/news/2016-08-opinion-mindfulness-life-choices.html

#Tomadadedecisões #pilotoautomatico #Decidir #Mudardevida

0 vue