Seja ancorado pela respiração consciente


Eu recentemente escrevi sobre Lia Ditton, 38 anos, remadora de longa distância, que planeja remar 4.500 milhas náuticas do Japão a São Francisco. Sua viagem levará entre cinco e seis meses, e, se bem-sucedida, irá torná-la a terceira pessoa e primeira mulher a completá-la. Eu estou completamente fascinado pela logística da viagem de Lia. Ela escreve todos os dias a bordo. Em missão semelhante, ela escreveu um best-seller.

O que me fez pensar : quem está remando enquanto ela escreve ou dorme? Lia tem uma âncora marinha. Uma âncora tradicional é algo que o prende à terra para que você não fique à deriva no vento ou na correnteza. Sua função é impedir o movimento. Mas uma âncora marinha é diferente. A sua finalidade é simplesmente atrasá-lo. Age como um freio, aumentando o arrasto na água. Basicamente, Lia posiciona sua canoa entre duas correntes e a âncora a mantém no curso. Ela pratica usando sua âncora em águas calmas e espera ter a memória muscular para usá-la quando encontrar tempestades inevitáveis.

Todos nós temos uma âncora em nossa respiração. O Mindfulness nos ancora no aqui e agora. No treinamento de mindfulness, escolhemos a respiração como uma âncora porque é algo que está prontamente disponível e acessível a todos nós. Se estamos vivos, estamos respirando. Respirar conscientemente não nos impede, mas simplesmente nos atrasa o suficiente para nos trazer de volta ao presente.

"Os neurocientistas acreditam que temos entre 50.000 a 70.000 pensamentos todos os dias. Isso é pensar demais!

Infelizmente, a maioria desses pensamentos é apenas lixo mental."

Nós não somos ensinados para estar presentes no momento. Todos vocês que frequentemente me dizem: você não pode parar a tagarelice interminável em seus cérebro? Você é totalmente normal. O trabalho do cérebro é nos manter seguros, não felizes ou calmos. Os neurocientistas acreditam que temos entre 50.000 a 70.000 pensamentos todos os dias. Isso é pensar demais! Infelizmente, a maioria desses pensamentos é apenas lixo mental. Nossa configuração padrão é relembrar, refletir sobre coisas que aconteceram no passado ou ensaiar, preocupar e agonizar sobre coisas que podem ou não acontecer no futuro desconhecido.

Alguns psicólogos acreditam que a depressão decorre do hábito do cérebro de repetir, ruminar enquanto a ansiedade é o cérebro ensaiando. O que significa que um cérebro feliz e pacífico só pode existir no momento presente. Nosso trabalho é ignorar intencionalmente a tendência para viajar mentalmente no tempo.


Visite o nosso site

www.claramente.net

A respiração intencional nos traz de volta ao presente porque é sempre essa respiração. Você pode pensar em respirações passadas ou futuras, mas não pode experimentá-las. Você só pode estar na respiração que está acontecendo agora. Então é por isso que chamamos a respiração de âncora. Uma âncora também é a melhor maneira de permanecer firme em uma tempestade emocional ou mental. A âncora não se livra da tempestade, mas pode mantê-lo firme e seguro até que ela passe. Mas, assim como Lia, temos que praticar o uso da âncora quando o céu está azul, então torna-se o nosso caminho natural quando o trovão e o raio caem.

Tente esse minuto de respiração consciente (mindful).

Sente-se em sua cadeira e coloque os pés no chão. Ou, se for mais confortável, deite-se no chão com as pernas flexionadas e os joelhos apoiados um contra o outro. Descanse uma mão na altura do peito e uma mão na sua barriga. Feche os olhos ou descanse o olhar no chão ou no teto.

Agora observe sua respiração. Tente inspirar e expirar pelo nariz.

Inspire - esta é a inspiração. A barriga vai se encher como um balão.

Expire - esta é a expiração. A barriga vai voltar para sua espinha, deixando o ar sair do balão.

Sinta suas mãos se movendo com a respiração. Observe a sensação sem tentar analisá-la ou rotulá-la.

Agora comece a contar as respirações enquanto elas passam. Na inspiração, conte silenciosamente um. No exalar, conte dois. A próxima inspiração é de três e a próxima exalação é quatro. Contar todo o caminho até 10. Se você perder o seu lugar, não se preocupe. Basta começar de novo em um.

Continue respirando assim, suavemente e relaxado. Se você começar a pensar em outras coisas, não importa. Apenas volte a assistir sua respiração indo e vindo até chegar a 10. Pronto.

Agora, escaneie seu corpo e observe como se sente. Abra seus olhos. O minuto consciente é a base do BE Project, um programa escolar que ajudei a desenvolver para o sistema da Clark County School.

Nós chamamos isso de minuto atento porque quando você fica totalmente relaxado e sua respiração começa a desacelerar (é uma âncora, lembra?), leva cerca de um minuto para respirar até 10. Não se preocupe com o tempo; apenas respire intencionalmente até chegar a 10 respirações.

Quanto mais praticamos o uso de nossa âncora em águas calmas, mais fácil será usá-la quando as tempestades vierem.


Visite nosso site

www.claramente.net

Erin Smith é a proprietária da OM em Winchester, autora de “Sensible Wellness for Women” e a apresentadora on-line de um canal de yoga e mindfulness para a Eppic Films.

Para ler o artigo original em inglês: https://www.winchestersun.com/2018/08/25/be-anchored-by-mindful-breathing/

#respiração #mindfulness #meditacao #ancora #barco #arinsmith

Melhores posts
Posts Recentes
Archives
Rechercher par Tags
Connecte-se
  • Facebook Basic Square
  • LinkedIn Social Icon